Salgueiro sem festa de fim de ano??? Um Absurdo!!!

Estava eu surfando na internet, a rede mundial de computadores (nasci nos anos 80 e usei um pc a primeira vez na década seguinte, não posso evitar usar esses termos legais) quando me deparei com salgueirenses furiosos fazendo protestos na internet sobre as festas de fim de ano em Salgueiro. Furiosos. Eu disse fu-ri-ó-sos.

A grande causa da luta deles é que Salgueiro não está ornamentado, não tem nenhuma praça iluminada, não vai ter barraca e, principalmente, não vão acontecer as "tradicionais" festas de fim de ano. Segundo consta nas ditas postagens conscientes, o prefeito disse que não vai fazer as festas fundamentando isso em... nada! Ao menos ninguém disse se ele justificou algo ou não.

Imagino eu, cá com meus botões, bem distante de minha terra natal que não vai ter festa grande e ornamentação na rua, por a cidade estar em estado de emergência devido a seca que aflige a zona rural. Realmente não sei se é isso ou não, mas, se eu fosse o gestor da cidade faria isso, e, era o mínimo que eu esperaria e espero de qualquer líder que tenha um pouco de bom senso. Apesar de ser extremamente contra a "política das cacimbas" como medida preventiva, acho que em situações como a que se está, medidas paliativas ainda são as soluções mais rápidas (na verdade as únicas que se pode usar).

Todo o dinheiro, eu disse TODO, que seria usado para enfeitar ou promover festas na cidade deve ser utilizado para cavar cacimbas, fazer cisternas, alugar caminhões pipas, levar água potável a quem não tem. E os salgueirenses furiosos deveriam estar mais preocupados se realmente é isso que vai ser feito. Vigiar se os recursos estão indo para atuar no combate a seca (e outras mazelas de nossa cidade) ou simplesmente não estão indo para lugar nenhum. Os salgueirenses furiosos deveriam estar cobrando a prefeitura e ao estado mais dinheiro para atividades voltadas ao combate imediato e, principalmente, medidas que atacassem de vez esse problema.

Mas Salgueiro prefere barraca na frente da A.C.S. Triste ver que a maioria dos salgueirenses furiosos são jovens e adolescente que usam belíssimos argumentos como "festas tão bonitas e importantes não podem passar em branco" não percebem que Salgueiro é uma terra de distorções. As grandes mazelas da cidade nos não vemos, mas nem por isso temos que ser frios ou indiferentes a elas.

Para quem quiser festa de fim de ano, faça a mesma coisa que você faz todo final de semana:
1- Estacione seu carro virado para a rua (ou para o local que mais puder incomodar);
2- Coloque o som caro que seu pai colocou no carro (ou você comprou em 48 prestações na Neto Som) topado no máximo com a música de sucesso do momento (que graças aos céus eu não sei qual é);
3- Ingira quantidades cavalares de álcool enquanto se sacode em algo como uma dança (se for homem não esqueça de mostrar os braços inchados devido as injeções de silicone, se for mulher suba no paredão);
4- Ache lindo ficar bêbado e contar a todo mundo o quanto você está bebendo desde cedo e que é o oitavo final de semana seguido que fica bêbado (pode telefonar também);
5- Se for natal, para não esquecer do espirito iluminado dessa festa, coloque um pisca pisca na bunda; Se for ano novo vista branco e coma uma semente de manga para dar sorte no vindouro ano;
6- Reclame de não ter festa de graça na rua, diga que é um cidadão consciente que paga seus impostos e que o que está acontecendo na zona rural não deveria atrapalhar as grandes festas de fim de ano da cidade, que trazem turistas e alegria ao povo;
7- Beba mais, tente aumentar o som e caia;
8- Fique de ressaca e beba de novo num eterno looping.

Rodolfo Nícolas vai passar o natal em Salgueiro e torce que não tenha nenhum boneco na rua e que o estado não gaste o dinheiro dele colocando piscas piscas inúteis pela cidade.

Obs: Este texto foi feito baseado em compartilhamentos que do Facebook. Caso alguém que leia (que realmente leia e não apenas se ilumine com as fotos de Yuri Caldas) o Pajaracas tenha mais informações sobre o assunto, favor se manifestar.

12 comentários:

Sabrina disse...

Eita menino inteligente sabido danado... Consciente do seu papel de cidadão! Concordo em gênero, número e grau!Excelente texto.

Natália Vidal disse...

Excelente texto e opinião, as pessoas precisão parar de reclamar tanto, onde esta o espirito natalino? Será que ele sumiu pela falta de festa? Em vez de reclamar deveriam parar e analisar que a prefeitura esta tento uma ação correta em direcionar sua atenção( e o nosso dinheiro) para as pessoas que precisam de assistência e não de motivo pra comprar roupa nova e encher a cara.

Natália Vidal disse...

Excelente texto e opinião, as pessoas precisão parar de reclamar tanto, onde esta o espirito natalino? Será que ele sumiu pela falta de festa? Em vez de reclamar deveriam parar e analisar que a prefeitura esta tento uma ação correta em direcionar sua atenção( e o nosso dinheiro) para as pessoas que precisam de assistência e não de motivo pra comprar roupa nova e encher a cara.

Thyara disse...

O real problema esta na aplicacao desses recursos contra que nao tem chegado nem a 20% da populacao rural. O que revolta, eh saber que no sao joao(periodo eleitoral), em plena seca, recebemos avioes do forro, bruno e marrone, dorgival dantas, entre outros. A seca continua (as medidas paliativas que chegarao, sao do governo estadual e federal), nao tem ornamentacao, nao tem festa, mas ao menos as chuvas estao comecando... =D

Tatiane Sápontes disse...

ROLDOLFO NICOLAS FICO FELIZ QUE VC PENSA ASSIM ,COM CERTEZA DEVE TER UMA RESPOSTA DA GESTAO POR NAO TER A FESTA DE FIM DE ANO ,PELO QUE EU LI NA ATERIA DA SUPRAMAX QUE O PREFEITO DOUTOR MARCONDES DEU CERTO ELE NAO GASTAR VERBAS SEM NECESSIDADE ,COMO TIRANDO VERBAS DA EDUCAÇAO E SAUDE .EU ACHO QUE NAO VAI ,MORRER NINQUEM SE NAO TIVER ENFEITES DE NATAL EU ACHO QUE O POVO DE SALGUEIRO MAS QUE NUNCA DEVERIA ENFEITAR SUAS CASAS QUE DARAM UM TOQUE DIFERENTE PARA A MESMA E VAI ATRAIR MAS TURISTAS .

Tatiane Sápontes disse...

Rodolfo Nícolas eu concordo com vc eu acho que o povo de Salgueiro deveria achar bom porque a cidade nao vai gastar dinheiro ou melhor verbas sem necessidade o ESPIRITO DO NATAL é passar com a familia com quem se amam e nao ter uma cidade enfeitada para agradar os outros ,para vim faltar dinheiro pagar sauide,educaçao e outros recursos para mesma apoio o gestor pensou conciente .

THIAGO FREIRE disse...

A questão principal não é enfeitar ou não as ruas, e sim, o que aconteceu pra que os cofres da prefeitura estejam vazios. Ora, a seca não é de hoje, nem de seis meses atrás. O São João trouxe bandas caríssimas (não que eu não goste das bandas), e a seca já castigava o sertão. Talvez, você deva observar que a reclamação vem encampada no questionamento de onde esse dinheiro foi parar. E não é só de enfeites e festas não, é de 13 salário dos funcionários, dentre outros.

pajaraca_n disse...

Thyara, na verdade o que revolta é a "população consciente" só se manifestar pelo fato de não ter festa de fim de ano. Ninguém no São João reclamou que estavam gastando dinheiro com as bandas (e, posso estar enganado, mas quem subsidia esta festa assim como o carnaval é o governo do estado pela Fundarpe, de uma lista de artistas contratados pelo estado, as prefeituras fazem um rateio para ver quem tocará onde)ao invés de combater a seca. Em plena seca as pessoas estavam mais interessadas em fazer campanha para seus candidatos do que olhar para o próximo.

pajaraca_n disse...

THIAGO FREIRE, não sei se você leu meu texto, mas do grupo que questionei as opiniões ninguém está preocupado pra onde vai o dinheiro, está apenas preocupado com o fato de não ter festa. "Talvez, você deva observar que a reclamação vem encampada no questionamento de onde esse dinheiro foi parar." Bem, sobre essa frase, eu, vi pouquíssimas pessoas questionando isso (na verdade apenas uma que sugeriu que fossem ao TCU cobrar explicações de onde o dinheiro é gasto). Mas, como disse no texto, fico muito tempo fora de Salgueiro e não sei o que as pessoas conversam na rua. É impossível inferir críticas tão profundas onde ela não existe. Na internet, o problema é a festa.

pajaraca_n disse...

Ah, e antes de mais nada, estamos falando disso aqui beeeeem antes do São João e das eleições... http://www.pajaracas.com/2012/04/salgueiro-em-estado-de-emergencia-no.html
http://www.pajaracas.com/2012/05/sertao-central-de-distorcoes-o-mac-e.html

Filipe (danilo) Ataide disse...

Infelizmente, até onde eu sei, é tudo especulação. Também não moro em salgueiro pra saber o que realmente vem acontecendo. O investimento em festas do tipo tem sua relevância devido ao investimento e giro de capital na cidade, mas, de fato, não é mais importante que a situação da seca na zona rural. Se for real que houve a troca de investimento, acho completamente válido por parte da prefeitura, e até combina mais com o "espírito natalino" que todo mundo finge ter, mas se não, onde diabos está o dinheiro?

De qualquer modo, muito bom o texto!

Isabelle Oliveira disse...

hahahahahaha...informativo e engraçado!! Gostei!